Barroca assume responsabilidade e promete aumentar a cobrança por bons resultados

O técnico Eduardo Barroca assumiu a responsabilidade pela derrota do Vitória para o Botafogo-SP por 2 a 1 na noite deste domingo (25), no Estádio Santa Cruz, pela 18ª rodada da Série B. O comandante deu uma declaração após o apito final.

"Nesse momento, como treinador, preciso falar frontalmente ao torcedor do Vitória, está sendo insuficiente. Já conversei com os jogadores. Como treinador, preciso assumir essa responsabilidade e estou aqui para assumir, fazer as cobranças, precisamos o mais rápido possível interromper essa sequência. Hoje era um jogo extremamente importante para interromper essa sequência. A gente precisa retornar para Salvador, recuperar fisicamente desse jogo, mas precisamos nos unir, interromper essa sequência de erros que a gente vem tendo. Precisamos aumentar o nível de confiança, criar mais oportunidades, botar vantagem nas partidas. Desde que cheguei do jogo contra o Avaí, a gente tem tido muita dificuldade em colocar vantagem. O jogo que colocamos vantagem foi contra o Guarani. Contra o Avaí fizemos um gol cedo, mas cedemos, erramos. Isso está muito difícil, porque estamos jogando as partidas correndo atrás e no momento como estamos vivendo agora isso é muito difícil. Precisamos minimizar os erros defensivos e levar cada vez mais vantagens para o intervalo, para o segundo tempo para que as partidas fiquem mais confortáveis para a gente, em especial interromper essa sequência sem vitórias para que a gente faça um segundo turno diferente", afirmou.

Sobre a partida deste domingo, Barroca lamentou a rapidez com que o Leão sofreu o primeiro gol. O atacante Judivan abriu o placar com menos de um minuto de jogo.

"A gente sofreu um gol muito cedo, falhamos novamente e estamos pagando um preço muito alto pelas nossas falhas. Depois tivemos que fazer todo um jogo para recuperar. Voltamos para o segundo tempo, criamos oportunidades e num momento que precisamos nos expor, o Botafogo fez o segundo gol. A gente ainda buscou o 2 a 1, tivemos chances de empatar, lutamos", analisou.

Com o resultado, o Vitória caiu para a 14ª posição na tabela ao permanecer com 20 pontos, um a mais da zona de rebaixamento. Na próxima sexta-feira (30), às 19h15, o Leão recebe o Brasil de Pelotas no Barradão, pela 19ª rodada.

"O torcedor do Vitória pode continuar acreditando que a gente vai trabalhar forte e precisamos aproveitar o jogo contra o Brasil para fazer um grande resultado e interromper essa sequência para que a gente faça um segundo turno de recuperação. Imagino que o torcedor deva estar chateado, aborrecido. Eu, como treinador, respeito muito isso e estou aqui frontalmente assumindo a responsabilidade pela questão dos resultados. Pode ter certeza, o torcedor do Vitória que eu como treinador da equipe, vou cobrar muito e a gente precisa o mais rápido possível sair dessa zona de emergência para que a gente faça um segundo turno diferente desse primeiro", finalizou.