Coritiba demite o técnico Jorginho após derrota para o Ceará

O Coritiba anunciou a demissão do técnico Jorginho. A decisão foi tomada após uma longa reunião realizada neste domingo (25). O treinador não resistiu a derrota para o Ceará por 2 a 1, no Castelão, no último sábado (24), pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, a segunda consecutiva. Além do comandante, o auxiliar Luiz Iubel e o preparador físico Joelton Urtiga também deixam o clube paranaense.

Contratado no dia 21 de agosto após demissão de Eduardo Barroca, que atualmente comanda o Vitória, Jorginho estreou à frente do Coxa na sexta rodada do Brasileirão vencendo o Sport por 1 a 0 em casa. Porém, engatou uma sequência de quatro jogos sem vencer, interrompida pela vitória sobre o Vasco e em seguida voltou a jejuar vitórias até bater o Palmeiras no dia 14 de outubro. No total, foram 13 jogos disputados com três vitória, quatro empates e seis derrotas, um aproveitamento de 33,3%. O time paranaense está na zona de rebaixamento ocupando a 19ª colocação na tabela com 16 pontos.

Esta foi a segunda passagem de Jorginho pelo Coritiba. No currículo, ele acumula experiências como treinador em clubes como Goiás, Flamengo, Figueirense, Ponte Preta, Vasco, Bahia e Ceará. No exterior, comandou o japonês Kashima Antlers e o Al Wasl, dos Emirados Árabes.

O Coritiba volta ao gramado no próximo sábado (31), às 19h, contra o Atlético-GO, no Couto Pereira, pela 19ª rodada do Brasileirão.