UFRB oferece 30 vagas em curso de pós-graduação em Política e Gestão Cultural

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) abriu uma seleção para o preenchimento de 30 vagas do curso de Pós-Graduação em Política e Gestão Cultural. Previsto para iniciar as aulas em agosto, a formação será oferecida em nível de especialização. Os interessados poderão se inscrever até o dia 21 de maio, através da plataforma SIGAA.

Haverá o pagamento da taxa de inscrição no valor de 55,00, realizado no Banco do Brasil, via Guia de Recolhimento da União (GRU). Os pedidos de isenção da taxa de inscrição serão analisados até o próximo dia 29 de abril.

O curso será ministrado pelo Centro de Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas (CECULT), em Santo Amaro, e destina-se a profissionais de nível superior com graduação em qualquer área e que atuem no campo da política e da gestão da cultura, como gestores de órgãos, espaços, coletivos culturais e instituições públicas, privadas e da sociedade civil, conselheiros de cultura, produtores culturais e artistas em geral. Os candidatos estrangeiros somente poderão participar do processo seletivo com o diploma devidamente revalidado no Brasil.

Segundo a instituição, os objetivos do curso de especialização são de contribuir para a formação de profissionais, a partir de uma perspectiva interdisciplinar, para atuar no campo da organização da cultura, capacitando-os para a práticas que envolvam formulação, análise e execução de políticas culturais e a gestão de grupos, projetos culturais, instituições públicas, privadas e da sociedade civil; e contribuir para suprir a lacuna de formação profissional na área da cultura.

Também são objetivos do curso, o fortalecimento do campo da cultura, especialmente nos Territórios de Identidade do Recôncavo, Portal do Sertão e Vale do Jiquiriçá, mediante a capacitação de seus principais atores sociais; e colaborar para a dinamização econômica no campo da cultural, especialmente através da geração em potencial de emprego e renda no campo das políticas e da gestão cultural.

O processo de seleção incluirá duas etapas: análise de currículo e carta de intenções, ambos com caráter eliminatório. A próxima etapa é a entrevista, de caráter classificatório.